marcaminas

 

Lei Estadual de Incentivo à Cultura

Duas rotas mineiras estão pré-selecionadas para o Projeto Experiências do Brasil Rural

Projeto nacional contemplou roteiros de quatro macrorregiões brasileiras em quatro cadeias agroalimentares; resultado final sai 24/5

Os ministérios do Turismo (MTur), da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) divulgaram a lista de oito roteiros pré-selecionados para participarem do projeto “Experiências do Brasil Rural”. Minas Gerais está presente em dois deles, com a Rota do Queijo - Terroir Vertentes e a Rota Gourmet das Terras Altas da Mantiqueira.

A iniciativa tem o objetivo de apoiar e promover o turismo em áreas rurais do país. Ao todo, participaram da primeira fase do processo seletivo 52 propostas que contemplavam as quatro cadeias produtivas priorizadas para o projeto: queijo, vinho, cerveja e frutos da Amazônia.

Veja aqui a lista completa dos pré-selecionados.

O prazo para o envio de recursos vai até 23 de maio e a publicação do resultado final está prevista para o próximo dia 24 de maio. Após o resultado, será realizada uma sensibilização dos empreendimentos, produtores e governanças locais para o conceito do projeto, assim como a realização de diagnóstico e plano de ação para cada roteiro selecionado. O projeto prevê ainda a qualificação de roteiros e empreendimentos e a realização de ações de promoção e apoio à comercialização.

Seleção

Foram selecionados oito roteiros turísticos localizados prioritariamente entre os 158 municípios componentes das 30 rotas prioritárias do Investe Turismo, sendo contempladas quatro macrorregiões brasileiras. Na região Norte, a rota “Amazônia Atlântica”, situada nas cidades de Bragança, Curuçá e Augusto Corrêa, no Pará, aposta na disponibilização de experiências na pesca e na degustação de queijos artesanais, farinhas de mandioca e frutas orgânicas. Já na região Nordeste, o roteiro “Terra Mãe do Brasil”, oferta aos turistas de Porto Seguro (BA) a experiência em meio à natureza e o desfrute de novos sabores.

Na região Sudeste, o destaque foi para a cadeia produtiva do queijo, que está representada nas rotas “Agroturismo” (ES), “Rota do Queijo – Terroir Vertentes” (MG) e “Rota Gourmet das Terras Altas da Mantiqueira’ (MG). Já na região Sul, a cadeia produtiva do vinho está evidenciada nos roteiros “Ferradura dos Vinhedos” (RS), “Caminhos do Campo” (SC) e “Farroupilha Colonial” (RS).

A expectativa é de que, ao final do projeto, essas oito rotas possam ampliar a inserção de produtos e serviços da agricultura familiar no mercado de turismo, apoiando e formatando produtos de experiência no meio rural e diversificando a oferta turística brasileira.

Turismo rural 

O projeto integra uma série de medidas realizadas pelo governo federal para fomentar o turismo rural, segmento considerado crucial na retomada das atividades turísticas no contexto pós-pandemia. O segmento representa uma alternativa de renda para o campo, ajuda a estabilizar a economia local e cria negócios e empregos diretos e indiretos.

No Brasil já há uma série de empreendimentos rurais que estruturam variadas atividades turísticas e ofertam, por exemplo, experiências em colheitas de produtos agrícolas, participação no preparo de produtos como chocolates e vinhos e experiências gastronômicas características de cada região. Para saber mais, acesse o Boletim de Inteligência de Mercado no Turismo (BIMT) voltado ao Turismo Rural.

 

 

Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo